Criança morre porque pais rezaram em vez de leva-lo ao hospital

Imagem

Vejam o que a religião dos pais fez com a vida desse garoto!

sethEste caso insólito remonta no ano de 2015, porém a acusação formal chegou apenas na semana passada.

Timothy e Sarah Johnson, um casal norte-americano residente em Plymouth, no estado do Minnesota, estão sendo acusados por assistência negligente devido a não terem providenciado os cuidados médicos necessários ao filho mais novo.

E ai começa a ignorância…

O filho adotivo de sete anos, Seth, desenvolveu uma pancreatite e uma septicemia aguda. Com receio em relação aos medicamentos que iriam dar à criança, os pais decidiram não a levar ao hospital.

Ficaram com medo dos medicamentos que dariam a criança para TRATA-LA!

Em março de 2015, o casal foi a um casamento fora da cidade e deixou Seth com o irmão mais velho, de 16 anos. Durante esses dias, o rapaz ligou aos pais para os avisar que o irmão não falava, nem comia. Mais tarde voltou a ligar, e disse que Seth já tinha comido uma taça de cereais.

E ai começa a insanidade extrema!

Quando o casal regressou a casa, no domingo, Seth encontrava-se deitado no chão. Perante esta situação, em vez de pedirem auxílio médico, o casal decidiu REZAR, na esperança que a criança ficasse curada.

facepalmO ‘New York Post’ conta que o casal fez uma pesquisa na internet e fizeram por si mesmos o diagnóstico a Seth, procurando por transtorno pós-traumático, danos no cérebro e síndrome alcoólica fetal, que havia sido provocada pelo consumo de álcool pela mãe durante a gestação.

Além de serem uns tontos, ainda quiseram dar uma de médicos e diagnosticar a doença do garoto pelo Google!

Às autoridades, Timothy e Sarah, disseram que preferiram esperar pela manhã do dia seguinte para tomar uma decisão em relação à ajuda médica. No entanto, quando acordaram encontraram Seth inconsciente e coberto de vômito.

Timothy tentou então reanimar a criança, enquanto Sarah ligou para uma ambulância. No momento em que o médico chegou à casa, nada pode fazer, pronunciando o óbito da criança.

Disse o procurador do Ministério Público num comunicado:

“Não conseguimos compreender como é que os pais deixam o filho doente ao cuidado do filho de 16 anos para passarem um fim de semana fora. Também não conseguimos compreender como é que os pais se recusam a voltar para casa no domingo de manhã quando tinham sido avisados do agravamento do estado de saúde do filho. Também não conseguimos compreender por que razão os pais não chamaram uma ambulância no domingo à noite”.

Gente… quando dizemos que “a religião envenena tudo o que toca”, alguns falam que estamos exagerando, “generalizando”, que só vemos o lado ruim dela.

Legal…

Qual é o lado bom da religião que vai compensar a vida dessa criança???

Não só dessa como a vida de muitas que morrem por causa dessas superstições milenares.

Quantas crianças deixaram de receber transfusão de sangue por causa de pais testemunhas de Jeová?

Quantos morreram manipulando cobras, por achar que sua fé lhes protegeriam?

Mais informações em New York Post

Continuar lendo

Anúncios

Pesquisa sobre leucemia pode resultar em novo tratamento de câncer de mama

Enquanto os charlatões, pilantras, desgraçados, malditos pastores dizem curar em seus cultos, a ciência avança, CURANDO DE VERDADE!

Veja essa reportagem:

câncer de mama

Mutação genética que leva à leucemia também pode causar câncer de mama agressivo (Foto: BBC)

“Uma equipe de especialistas escoceses afirma que uma falha no gene RUNX1, responsável pela leucemia, pode também estar por trás de outras formas de câncer, como o de mama.

Testes realizados com 483 pacientes com uma forma agressiva de câncer de mama mostraram que as que tinham um defeito no gene RUNX1 tinham quatro vezes mais chances de morrer.
Os resultados da pesquisa foram publicados na publicação científica “PLoS One”.

Uma das pesquisadoras envolvidas no trabalho, Karen Blyth disse que a descoberta abre a possibilidade de usar o gene defeituoso como novo alvo para os tratamentos.
“Primeiramente, precisamos provar que esse gene é o causador do câncer e, se este for o caso, então o que pode acontecer se conseguirmos inibi-lo?”

“Há alguns medicamentos sendo desenvolvidos nos Estados Unidos para atacar o gene RUNX1 em casos de leucemia. Se funcionarem, podemos também testá-los contra o câncer de mama”, acrescentou Blyth.

Exame de sangue
O gene, no entanto, tem uma função importante para o funcionamento do organismo. Ele pode ser vital para a produção de sangue, mas, dependendo das circunstâncias, pode também desencadear ou suprimir a formação de tumores.
Isto signifca que o uso de medicamentos contra o gene pode causar efeitos colaterais.

E em uma outra pesquisa conduzida também por britânicos, especialistas da University College London desenvolveram um simples exame de sangue que pode identificar as chances de uma mulher ter câncer de mama mesmo que não tenha predisposição genética.

Mulheres que carregam uma mutação no gene BRCA1 têm mais chance de desenvolver o tumor. O novo exame foi capaz de apontar mudanças nas células sanguíneas que indicam risco de câncer em mulheres que não apresentavam a mutação genética.

Com isso, foi possível prever as chances de elas desenvolveram o câncer muitos anos antes de os sintomas se manifestarem.
Matthew Lam, pesquisador sênior da instituição Breakthrough Breast Cancer disse que os resultados são animadores e podem levar a mais descobertas sobre formas de prevenir o câncer.”

NUNCA comparem ciência com religião.
Pois a ciência funciona.
Já religião… religião é apenas lixo.
Pior do que lixo. Porque lixo é inútil, mas a religião é nociva.

Fonte: G1

>>>>>Gostou? Compartilhe nossas publicações nas redes sociais.
>>>>>Acesse também as nossas páginas Loucuras da Religião e Nunca Vi Em Cultos no Facebook!